A SUA REVISTA POLÍTICA

NEWS

PALÁCIO DO PLANALTO

EM ATO INÉDITO, SECRETÁRIO DO GOVERNO DESIGNA UM ÚNICO REPRESENTANTE DOS GRADUADOS JUNTO AO DEPUTADO VITOR HUGO PARA PARTICIPAR DA REUNIÃO

whatsappblack.png
  • Facebook
  • Twitter

ATITUDE SURPREENDE GRADUADOS

Em atendimento a convocação do Secretário do Governo General Luiz Ramos, as lideranças de graduados enviou ontem a Brasilia diversos representantes convidados pelo Deputado Vitor Hugo para ouvirem e proporem seus pleitos junto ao General Ramos. 

Também partiu do Deputado Vitor Hugo a solicitação dessa reunião com o General, o qual para estranheza de alguns veteranos deixou de fora políticos de consenso atuantes suas reivindicações junto ao governo em prol dos graduados como os senadores Major Olímpio e Izalci. 

Estavam presentes nos corredores do Palácio do Planalto, as seguintes lideranças : Os SOs Adão Farias, Fabrício, Márcio Rodrigues e Rosemira, sendo estas quatro lideranças prescritas para participarem da reunião estando ainda junto a equipe a sra. Ivone Luzardo, uma  ativistas incansável  dos militares como os demais.

Estranhamente não constava da equipe nenhum militar do Quadro Especial (SGs) das FFAA.

Sargento mor.jpg

MARCIO RODRIGUES é Sub Oficial da Reserva da FAB. É Pastor Batista e adepto do diálogo e da busca de soluções pelos meios diplomáticos e de direito. Ativista nato, têm demonstrado competência e capacitação nas intermediações junto as autoridades do executivo e legislativo federal, porém se preciso tem animo para compor e liderar ações como as do dia 20 a 23.

ASSISTA ESSA E OUTRAS REPORTAGENS

PARECIDAS CLICANDO NA IMAGEM

CONSTRANGIMENTOS

Segundo informações extra oficiais a reunião praticamente foi cancelada pelo gabinete do Secretário (os motivos não foram informados), mais por meio da intermediação do Deputado Vitor Hugo o Ministro aceitou receber apenas uma das lideranças tendo sido nomeado o SO FAB Márcio Rodrigues para representar toda a tropa das Forças Armadas e suas lideranças.

Lideranças que ficaram de fora da reunião criticaram a decisão do Secretario do Governo por terem sido de forma constrangedora barrados da reunião, uma vez que seus nomes tinham sido indicados para participarem.

TROPA REAGE

As mídias de diversos grupos militares criticaram a decisão e manifestaram apoio aos seus representantes que ficaram de fora.

 

Isto fez crescer os ânimos para o evento que irá acontecer em outubro nos dias 21,22 e 23 na Praça dos Três Poderes

LIDERANÇAS DECIDEM MANTER A MANIFESTAÇÃO

A insatisfação da tropa acirrou os ânimos e cresceu na mídia a convocação aos adeptos a participarem do ato em Brasilia na Praça dos 3 poderes. 

COMENTARISTA OFICIAL DO BN

Nosso comentarista do BN Noticias procurou lideranças para avaliarem a posição do governo em relação a decisão do General Ramos. 

Segundo o Veterano Sargento do QESM Paulo Santos, colaborador oficial da Revista o aspecto da reunião, tirando a questão do ato constrangedor de excluir pessoas que haviam sido convidadas para participarem da mesma, a ação desenvolvida de se ouvir e analisar passo a passo as questões abordadas é normal dentro da esfera militar.

O veterano cita que 3 pontos positivos foram cumpridos no decorrer da reunião.

Primeiro: A escolha de um único representante demonstra que a pauta do assunto seria pequena e curta e com objetivos propostos ou seja, ouvir o que a tropa deseja através de um interlocutor evitando debates e desgastes, ou seja, uma reunião de apresentação.

Segundo: O ato de ouvir o interlocutor demonstra o interesse de se conhecer suas solicitações para posterior desenvolvimento dos setores correspondentes do planalto poderem avaliar, desenvolver e o que propor em contrapartida. Segundo o Sub Marcio lhe foi concedido que pudesse dispor diversos pontos os quais citaremos mais adiante.

Terceiro: A ação do Gabinete do General de forma a dar andamento encaminhando ao Ministério da Defesa na pessoa do seu Ministro General Fernando Azevedo o parecer favorável a nova reunião com com presença dos setores responsáveis .

UM SALDO POSITIVO NA REUNIÃO

 

Um saldo positivo dessa reunião foi a prioridade que será dada aos dependentes que perderam as suas condições médicas (tratamentos) para que de forma rápida possam retornar a sua condição anterior.

AS PETIÇÕES DOS GRADUADOS

DESENVOLVIMENTO DA REUNIÃO

 

DEPUTADO MAJOR VITOR HUGO

Segundo o Veterano Márcio Rodrigues, a reunião transcorreu com eu inicio dado em precedência ao Deputado Major Vitor Hugo, parlamentar em exercício que expôs a indicação legislativa que propõe, abordando item a item.

 

SO FAB MARCIO RODRIGUES

A seguir a oportunidade foi dada ao representante dos graduados praças que expôs os problemas existentes e propôs soluções. Os itens abordados foram sobre as pensionistas, os Quadro Especial do Exército, Quadro Especial dos Sargentos da Aeronáutica e o Quadro Especial de Sargentos da Marinha bem como dos militares da lacuna, cabos e soldados.

PARECER FINAL DA REUNIÃO

 

GENERAL LUIZ RAMOS

A informação dada pelo general é que a solução tem que ser capitaneada pelo Ministro da Defesa e que o planalto e apenas um componente da reunião futura que ele ira pedir para o MD solicitar. Enfatizou o interesse de realizar nova reunião com a participação de todos os atores militares, presidência, AGU, CONJUR do MD e economia.

AVALIAÇÃO FINAL

De acordo com as considerações de nossos avaliadores militares, a ação do general bate com as normas de procedimento do planalto, uma vez que são vários pontos abrangendo diversos setores da carreira dos militares o que de certa forma entrelaçam-se podendo ao final provocar novas perdas e devendo por isso serem avaliadas ponto a ponto, sem falar a questão de saúde que segundo o secretário terá prioridade de forma a acelerar os direitos aos pacientes que necessitam tratamento e atenção na área de saúde.

 

NOTA DA EDIÇÃO

Segundo o Sargento Veterano Paulo Santos, o mais recomendado seria a formação de Comissões de cada categoria que nomeariam sub secretarias para estudo e apresentação de soluções com parecer final de cada categoria. Assim a categoria do Quadro Especial nomearia subcomissões do QESM, QE e QESA e assim sucessivamente. Essas estudariam os casos correspondentes e emitiriam parecer final.