A SUA REVISTA POLÍTICA

NEWS

Denúncia! Sargento do CBMERJ relata graves erros nos contracheques

"Prestem atenção porque muitos Bombeiros estão com erros nos seus contracheques"

  • whatsappblack
  • Facebook
  • Twitter

Uma importante denuncia chegou as mãos dos nossos redatores. Segundo informações repassadas por um Sargento do CBMERJ - Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, o mesmo contactou nossa redação para "DENUNCIAR" uma irregularidade que vem ocorrendo com os proventos da corporação.

Segundo o texto enviado por aplicativo, o militar atesta grave denúncia de valores que são retirados dos contracheques de militares: 

Ainda ele diz, são várias discrepâncias que ocorrem sem que muitos militares se deem conta de valores que escorrem de seus contracheques.

Leia transcrição do texto enviado um dos nossos redatores:

"Só para conhecimento dos senhores, um RR ou Reformado que seja SUB com 30 anos ou 33 anos de serviço contabilizados, tem que ganhar 110% de IGHP, 150% de GRAT e 25% de I. A. INAT., verifiquem o SALÁRIO BRUTO dos senhores q o valor correto é: R$ 11.242,82 para quem tem 30 anos, ou seja 55% de triênio e R$ 11.605,49 para quem tem 33 anos, ou seja 60% de triênio.


Prestem atenção porque muitos colegas estão com erros no contracheque, os senhores são SUB, ganhando diferença de soldo de 2° TEN, então a GRAT tem que ser de 150% e não de 122,50%, como o IGHP tem que ser de 110% e não de 80% porque os senhores tem o CAS, prestem atenção, como o I. A. INATIVIDADE tem que ser de 25% e não 20%."

 

Fica a dica, Deus abençoe, abraço. 

coronavirus-4914026_1280.jpg

PROCEDIMENTOS NA PREVENÇÃO AO CORONA VÍRUS EM VÍDEO POR OFICIAL DA CORPORAÇÃO

Click na imagem e vá para o vídeo

102619056_801291050401138_26144395648489

Classe vive uma constante defasagem em relação as demais forças auxiliares do Estado.

Segundo apurado, o CBMERJ não abre a anos concurso para praças e isto vem provocando um declínio no desenvolvimento de atividades administrativas.

Sem recrutas ou mesmo soldados para exercerem atividades de competência de praças subalternos, sargentos antigos tem que ser empregados em atividades que deveriam ser executadas por soldados sob a supervisão de cabos. 

A muito nosso salário vem defasado da realidade e não temos aumento ou reposição salarial tendo que cumprir nosso dever muitas vezes sem condições psicológicas e financeiras.

-Vi colegas morrerem nesta pandemia e muitos outros apresentaram traumas psicológicos e nenhuma atenção ou  acompanhamento psicológico foi disponibilizado a classe que prossegue atuando com atenção máxima.