A SUA REVISTA POLÍTICA

NEWS

Eles estão abusando, está chegando a hora de nós acertarmos o Brasil

Resposta do Presidente a ativista conservadora que reclamou do ativismo da esquerda e da interferência de outros poderes no governo

whatsappblack.png
  • Facebook
  • Twitter

Um dia após a Polícia Federal (PF) fazer buscas em endereços de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e quebrar o sigilo de parlamentares da base de apoio, o chefe do Executivo afirmou “estar fazendo o que deve ser feito” e disse que “eles estão abusando”, sem especificar exatamente a quem se referia.

“O ocorrido no dia de ontem [terça-feira, 16/06], quebrar sigilo de parlamentar, não tem história vista numa democracia por mais frágil que seja. Está chegando a hora de colocar tudo em seu devido lugar. Não devo nada a ninguém do que estou fazendo. Está chegado a hora de acertarmos o Brasil no rumo da prosperidade e todos entenderem o que é democracia.”

Diante da insistência da ativista que se dizia fazer parte do acampamento os 300 do Brasil, Bolsonaro interrompeu e disse "eu sei de tudo que acontece no país" e continua você está falando respeitosamente comigo, sei disso, mas tem gente que nasceu 40 anos depois do que eu vivi e está querendo me dizer como devo governar o Brasil”.

"Eu não vou ser o primeiro a chutar o pau da barraca. Eles estão abusando, isso está a olhos vistos. O ocorrido no dia de ontem, no dia de hoje, quebrando sigilo parlamentar, não tem história nenhuma vista numa democracia, por mais frágil que ela seja", disse. 

Por último o Presidente Bolsonaro dá uma declaração que soou como um importantíssimo sem ser direcionado a algum órgão específico, porém diante de tantas interferências que seu governo vem sofrendo por parte de decisões dos Ministros do Supremo não foca difícil interpretar o recado. Disse ele "está na hora de tudo ser colocado no seu devido lugar".

Nutraceuticos LPZ H2Go.jpg