A SUA REVISTA POLÍTICA

NEWS

SEM UNIÃO MILITARES NÃO CHEGAM LÁ!

Bispo Paulo Santos é comentarista politico militar e acende o alerta vermelho a classe de graduados praças

  • whatsappblack
  • Facebook
  • Twitter

SEM UNIÃO MILITARES NÃO CHEGARÃO LÁ!

 

Bispo Paulo Santos, alerta militares amigos e lideranças conceituadas de que se os militares veteranos não se unirem neste pleito de 2020, terão dificuladades em fazê-lo para 2022.

Veterano na politica, já tendo contribuído na eleição de deputados e vereadores, Bispo Paulo Santos vai na contramão de muitos candidatos que buscam grupos seletistas (grupos militares ou de classes) para atingirem seus objetivos nas eleições municipais.

 

Segundo ele, as eleições municipais é uma situação diferente, em face de ser regionalizada ao passo que as eleições estaduais e federais, têm um peso diferenciado em face da sua abrangência política e a atuação da esfera do poder legislativo (principalmente os aspectos referentes ao Congresso Nacional).

 

Já está provado que vereadores eleitos por grupos específicos precisam de uma maior interatividade com esses grupos. Muitos acham que por serem eleitos não precisam mais de se preocupar, porém a cobrança é grande e candidatos eleitos precisam sim, dar maior atenção as reivindicações desses grupos e não apenas querer os votos para se elegerem e depois seguem como se tivessem chegado lá sozinhos. Quem elege acompanha e fiscaliza e se não atender ou cumprir o acordado ficará sozinho na reeleição. Isso aconteceu com Daciolo e Marcio Garcia, eleitos pelos graduados do Corpo de Bombeiros do Rio.    

Enfatiza ainda que sem apoio politico, fica difícil somente as Associações arguirem a si, essa responsabilidade de apoiarem pré candidatos que sem nenhuma experiencia seguem em busca desesperada de votos dentro dos quarteis e associações, sendo que esquecem que um vereador legisla por uma cidade e não apenas um segmento social ou classista.

pasep_edited_edited.jpg

MILITARES EMBATEM EM BUSCA DE REALIZAÇÃO DE DIREITOS E DE JUSTIÇA A CLASSE ATRAVÉS DE SEUS REPRESENTANTES E LIDERANÇAS QUALIFICADAS, PORÉM POUCAS VITÓRIAS TEM SIDO PUBLICADAS. O DIREITO DO PASEP É UMA DELAS.

unnamed.jpg

OS BOMBEIROS DO RIO SÃO EXEMPLOS DE DETERMINAÇÃO E PERSISTÊNCIA POLITICA. APÓS ELEGEREM REPRESENTANTES, AINDA NÃO ACERTARAM EM UM NOME DE REFERÊNCIA POLITICA EM PROL E INTERESSE DA CLASSE.

MILITARES  GRADUADOS SONHAM EM ALCANÇAR CADEIRAS NO LEGISLATIVO A FIM DE DAR IMPULSO AS INJUSTIÇAS A CLASSE MILITAR, PORÉM, POUCOS SABEM DESENVOLVER UM TRABALHO EM EQUIPE PARA ALCANÇAR OS REAIS OBJETIVOS QUE A CLASSE PRECISA. SONHAR É UM DIREITO MAIS O QUE OS PRÉ-CANDIDATOS MILITARES TEM FEITO REALMENTE PARA ALCANÇAREM ESSE SONHO? 

O EXEMPLO DA POLICIA MILITAR 

 

Ainda dentro da visão de uma realidade comprovada, alguns segmentos e classe de graduados tem atingido sim, objetivos plausíveis em sua representatividade politica. É o caso da Polícia Militar de alguns estados como São Paulo.

 

O Deputado Federal Augusto Rosa, Eleito pela Força Auxiliar de São Paulo, conseguiu ser a representatividade dessa classe de militares, embora como Presidente Nacional do Partido Militar, na busca da homologação desse partido tenha deixado justamente os militares federais na mão, não homologando o PMBR ao passo que foi acusado por diversas lideranças municipais (militares veteranos das FFAA e civis adeptos) no Estado do Rio de Janeiro (que contribuíram com mais de 20000 assinaturas de fichas de apoiamento para a criação do partido PMBR) de nunca ter feito nada pelos militares das FFAA. 

 

Ao contrário, em sua ultima manifestação nas questões de militares, deixou e certa forma uma aparente antipatia pelas FFAA ao empreender diversas ofensas ao EB. (Retrospecto abaixo)

   

VOCÊ NÃO ESTÁ FAZENDO PATRULHAMENTO E NEM SABE, O QUE É ISSO, VOCÊ ESTÁ PASSEANDO DE CAMINHÃO, COMETENDO INFRAÇÃO DE TRANSITO" 

PALAVRAS DO CAPITÃO AUGUSTO EM REFERENCIA AO INFELIZ COMENTÁRIO DE UM SOLDADO DO "EB" QUE VAZOU NA INTERNET. NA ÉPOCA O MILITAR PEDIU DESCULPAS AOS POLICIAIS MILITARES  

ENQUANTO VOCÊ ESTÁ LÁ AQUARTELADO, TREINANDO PARA UMA GUERRA QUE NUNCA VAI EXISTIR....

GRAÇAS A ATUAÇÃO E TRABALHO DE EQUIPE DO DEPUTADO AUGUSTO ROSA - CAPITÃO DA PMESP, HOJE REELEITO, E NOME CERTO A CANDIDATO A OCUPAR A CADEIRA DE PRESIDENTE DO CÂMARA DE DEPUTADOS EM BRASÍLIA.

GRAÇAS AO SEU TRABALHO INTERATIVO COM A FORÇA AUXILIAR DE GRADUADOS, CONSEGUIU ELEGER REPRESENTANTES MUNICIPAIS EM MAIS DE 100 MUNICÍPIOS EM SÃO PAULO, FORMANDO UMA VERDADEIRA FRENTE DE APOIO A CATEGORIA.

O MODELO DEVERIA SER APROVEITADO PELAS LIDERANÇAS DE MILITARES GRADUADOS DAS FFAA E APLICADO EM ESTADO COMO O RIO DE JANEIRO, MAS ESSE PARECE SER UM SONHO LONGE DE ACONTECER!